Dégruel obteve um Bacharel em Artes Gráficas e se inscreveu em Artes Decorativas de Estrasburgo. Em seguida ele passou a trabalhar na Heliozo Production em Lyon. Encorajado por essa experiência, imagina uma série de desenhos animados, “Genz Gys Khan”, e conhece um editor que concorda em compartilhar essa aventura. Genz Gys Khan (6 volumes), tirado de uma novela de Homéric, “O Lobo Mongol”, torna-se uma série de quadrinhos juvenis em 2000 (Delcourt). Em 2003, ele decidiu abordar um clássico da literatura infantil, “Sem Família”, de Hector Malot. É um sucesso imediato. O autor então propõe “L’Enfant d’éléphant” e duas outras adaptações de textos de Rudyard Kipling (Delcourt). Ele ainda escreve “Saba e a planta mágica” e ilustra dois cenários de Séverine Gauthier na série Haida: “A baleia imortal” e “Irmãos Ursos”.  Em 2017 lançou Yennega, a mulher leão.

 

         

To Top
0